Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2013

Mais uma vez

    Mais uma vez, em meio a insônia, Joana decidiu levantar-se da cama e beber um copo d'água. Mais uma vez, em uma daquelas noites quentes, isto não foi suficiente. Joana caminhou até a área de serviço e como em tantas outras vezes abriu a janela, colocou a cabeça para fora, fechou os olhos, deixou-se encantar pelo som da cigarra e pela brisa da madrugada. Abriu os olhos. Mais uma vez, como em todos os anos, ela podia enxergar as luzes de natal na casa de pessoas que ela nem conhecia. Sorriu. Muitas coisas haviam mudado, mas algumas permaneciam como antes. Joana se deixou levar mais uma vez pelo som da cigarra e pela brisa, relaxou. Mais uma vez, como em tantas outras noites, fechou a janela, apagou as luzes do corredor, deitou-se, mexeu-se de um lado para o outro, relembrou os últimos tempos, tentou imaginar seu futuro, pensou em parar de pensar na vida e em como isso era difícil e em como todos já sabiam disso, de repente conseguiu não pensar em nada, finalmente dormiu.
Isabela…

Vou lhe dizer

    Vou lhe dizer uma coisa, meu bem, o tempo corre. E corre que a gente nem vê. A gente não percebe porque está muito atarefado ou agoniado, mas o tempo não espera. E todos sabem, mas  nem sempre a gente se dá conta. E bem, não vou te dizer que você deve fazer várias coisas, porque não fazer também faz parte da vida, o que quero dizer, é, quando se der conta de que o tempo passa tão rápido, sinta. Ouça o que as pessoas têm a dizer, repare nas sombras, nas árvores balançando e no que mais te chamar atenção. Pare e repare, não passe batido, sinta.
Isabela C. Santos

As perguntas mais importantes

- ... E foi assim, acabou! Estou triste..
- Mas... Posso te fazer uma pergunta importante?
- Pode, claro que pode...
- Você se entupiu de sorvete depois?
- Não, minha vó me deu chá e remédio pra dor de cabeça...
- Ah... Os filmes me enganaram!
- Não se preocupe, te informo do que acontecer depois pra você atualizar as informações! Agora espero sair logo desse trânsito lento...
- Pois é... E o cabelo? Vai cortar?
- Deixar crescer.
- Isto não está certo! Você deveria se entupir de sorvete e depois mudar o visual...
- Não tenho mais cortes de cabelo em mente, por isso vou deixar crescer um pouco, até que pense em outro corte que não seja o mesmo de sempre...
- Filmes tristes! Está assistindo filmes tristes?
- Não, continuo assistindo comédia romântica...
- Hum...
- Mas olha, ando ouvindo umas músicas estranhas, já pode corresponder a algo dessa tua lista!

Isabela C. Santos

Bom dia

    Vou lhe fazer uma sugestão, sei que você vai acabar aceitando. Como se não estivesse esperando nada, apenas desejando um bom dia, levante-se da cama. Tome um bom café da manhã, com toda a calma, não se preocupe com as horas. Deixe-se distrair com o sol na parede, a brisa que passa pela porta aberta, o canto daquele passarinho que você não sabe o nome. Tome um bom banho, arrume-se pra você, coloque aquela roupa confortável, mas que ao mesmo tempo seja apresentável. Leia aquele livro que você há tanto tempo queria ler, ouça sua lista de músicas prediletas, passeie pela casa por passear, sem procurar tarefas. Bem, por falar em tarefas, faça o que precisar fazer, se for um trabalho da faculdade, faça! Se for lavar a louça, faça! Se for dar banho no cachorro, também (mas então sugiro que tome outro banho ou altere a ordem do dia). Dê uma folga aos problemas fora do teu alcance, aproveite as pequenas coisas, tenha prazer até nos pequenos detalhes de um bom dia. Faça o que você mais gos…