Um novo dia

    Carolina deitou na cama um pouco mais cedo do que de costume. Esperou o sono que demorou para chegar. O sono só chegou com o som da chuva do lado de fora e com a sensação de aconchego após Carolina espreguiçar-se e virar para o lado em seguida, unindo as mãos e colocando-as sob a bochecha. Sonhou com tempos passados, desejou que fosse realidade e acordou com o som do despertador. Independente do que acontecesse era um novo dia, levantou-se para enfrentar a rotina e as pequenas diferentes coisas do dia a dia.

Isabela C. Santos

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O lado ruim do carnaval

8 anos

Meu presente