Era uma vez um Pantufa

    Querido e amado Pantufa,

    Esta é a última carta que escrevo para você, Atufa. Sabe Pan, você é mesmo muito chato, tenho que lhe dizer, ranzinza que só quem te conhece pode ter noção, mas eu gosto de você. Gosto de você mesmo que:

1. Você me desse banho quando eu dava banho em você.

2. Você tentasse roubar minha cama.

3. Já disse em outra carta que você tentava roubar minha mãe, não disse?

4. Você tenha roubado algumas mangas e maçãs durante a vida.

5. Você tenha nos tapeado fazendo parecer que estava melhor do que estava realmente.

    Precisava desta última carta porque tivemos história, 15 anos de história, e eu digo tchau à você, Pacufa. Você que fez parte da minha vida e também parte do meu blog. O que posso dizer? Era uma vez um Pantufa, que se foi.

Com amor,

Isa


Comentários

Anônimo disse…
Muitos não sabem o tamanho desta dor, mas os que sabem podem compartilhar de tal compaixão...
Meus sentimentos por sua perda, por sua dor e pelo pedacinho seu que se foi.

Postagens mais visitadas deste blog

O lado ruim do carnaval

Esta data

8 anos