Talvez com o tempo

    Talvez seja assim mesmo: pode ser que com o tempo a gente aprenda a falar um pouco menos. Acreditar, sim, mas guardar as coisas por mais tempo. Você entende? Sabe, algo como "não precisamos dizer por aí que somos grandes amigos, podemos apenas ser grandes amigos". Talvez nos calemos para que as palavras ditas não nos traiam. Como saber do futuro? Que circunstâncias iremos enfrentar?
 
    Às vezes palavras tão sinceras não se cumprem, porque algumas coisas mudam e, meu bem, vou lhe dizer, mais uma vez: nem tudo está sob nosso controle, por mais que algumas vezes possamos ter essa certeza. As coisas mudam, as pessoas mudam. Pode ser que uma grande amizade acabe por algum motivo, mas o tempo passado não deixará de ter valor. O que quero dizer é bem simples: mais do que firmar nossos relacionamentos em palavras, é importante viver o agora, demonstrar neste momento, em ações, o valor que as pessoas têm para você.
 
Isabela C. Santos

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O lado ruim do carnaval

Esta data

8 anos