Chuva no telhado

Não fora o melhor final de semana de sua vida e tampouco o pior. Não conseguiu fazer tudo o que havia listado em sua agenda, mas fez o primordial. No final, não fora um dia muito diferente dos outros.

Cristiane preparou um chá antes de ir para seu quarto: camomila era o chá do qual ela mais gostava. Tomou o chá para aquecer-se, deitou-se e, sem se dar conta, foi embalada pelo som da chuva. As gotas que caíam no telhado traziam lembranças dos dias de menina na casa dos bisavós.

A chuva continuou caindo e, pouco a pouco, Cristiane encontrou o conforto e o aconchego que apenas alguns momentos são capazes de trazer.

Isabela C. Santos 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O lado ruim do carnaval

8 anos

Meu presente