Pular para o conteúdo principal

Querido e amado Pantufa

    Meu querido e muito amado cachorro de estimação,

   Por saber que você é um raríssimo cão que sente imenso prazer pela leitura, decidi desabafar meus sentimentos em relação a um certo costume seu atráves desta carta.

    O fato é que me entristeço ao vê-lo rosnar em frente ao pote de ração quando percebe que estou perto do mesmo. Me entristeço ao ver que você, meu lindo "au-au", pense que quero roubar teu alimento. Ora, acredite! Eu não quero e nunca vou querer tua ração!

    Veja bem, sei que existem pessoas que "gostam" de ração canina mas você deveria saber que não sou uma delas. Você me conhece a tanto tempo, desde que eu tinha cinco anos, já fazem dez anos que somos "irmãos"!

    Embora ambos gostemos de algumas mesmas coisas, como a minha cama e minha mãe, nosso gosto culinário é um tanto diferente: gosto de beber o suco da laranja e você adora ser presenteado com o bagaço; adoro o melão e você ama a casca do mesmo; gosto de tomate temperado e você o come sem tempero algum; prefiro manga lavada, cortada e sem casca, já você, a rouba da fruteira e a devora sem ao menos deixá-la chegar perto da água!

    Já não está mais que claro que eu não gosto da sua querida, amada e adorada ração? Pois bem,  tenha uma boa noite, e lembre-se: a Isabela não quer roubar seu alimento, mas é necessário tirá-lo do chão para poder varre-lo.

    Pantufa rosnou antes mesmo de ler esta mensagem, eu estava perto do pote de ração.

Isabela C. Santos

Comentários

B' disse…
Viva o Pan!
Eu amo ele! mesmo ele sendo meio enteireiceiro né...
E nunca quer que a gnt pare de fazer carinho..
Gαƅi disse…
Ô Pantu, ñ fica bravo com a Isa, ñ! Ela é meio estranha, eu sei, mas ela ñ quer a sua comida! O máximo que ela pode fazer é comer sabão, mas comida de cachorro, eu te garanto, ela ñ come!

ASAHSHUAHSUAHSUHUASUHAUHSA'
Maldito disse…
HAhAH,..muito bom,..é o caso de chamar o Dr, Pet?
rsrs
sabe que eu já provei ração sakpkpaspkaskpaskpas
Nem é muito bom =/
Adorei o Post *-*

por:mathlipari
andreia rainha disse…
Deve ser legal ter uma cachorro. Não tenho porque sou alergica.

Recado pro pantufa: a Isa (posso chamar vc assim?) não quer sua ração, é tem fortes razões pra isso.

Adorei aqui.

bjs
Nana disse…
Adorei o seu blog... vc é chamada de CDF? acho que me identifico com vc...hahah...adorei tudo aqui...
estou esperando por vc no meu blog ta?
bjooooo
Marcella Leal. disse…
Minha vó já comeu a ração do cachorro dela pra saber se era bom kkkkkkkkkk ela come de todos os bichos, fica com dó de dar comida ruim pra eles.


Seu cachorro me lembrou do Marley com essa coisa das mangas. Aiii, eu quero um bulldog!


Beeijos!
disse…
Hahaha, ameeeeeeei! Seus textos são divertidíssimo, continue assim. Beijo.
Adorei o texto, com suas palavras consegui sentir uma simpatia pelo Pantufa sem nem mesmo conhecê-lo!
Beijos!
TP disse…
adorei o texto !!
Julia Macarenna disse…
Oiee vim fazr
uma visitah ;D

espero que resolva sua relação
com o seu dog ;D
E seu blog me faz rir!

Ahh to retomando com meus blogs
visita lá
www.meioambienteelegal.blogspot.com
www.macarennah.blogspot.com
beeeijooos
iakasoaksoaksaoksaoskaoskaoskaoskaoskaoska
Raxeei de rir menina! Foi muito engraçado como você escreveu! uhausahsuahsauhs
a minha au-au não rosna pq sou eu que do comida para ela todo dia! oaskaoskaoskaoska

Adorei o post!


Beeijos!
*Bia* disse…
Você sabe que amo ler seus texto.
Mas este se supero!!!
muito dez!!Eu ri muito!!!
Parabens
Ingrid disse…
aah pantufa *.*
nome bonitinho pra um cachorro, qndo minha mãe deixar eu criar um, vou colocar esse nooome :D


http://sonhodeblog.blogspot.com/
Mariana Lopes disse…
que fofo *-* meu cachorro rosnava quando eu chegava perto da casinha dele, acho que ele pensava que eu ia me apossar dele como ele se apossava da minha rs
Queen B disse…
oii, eu criei um blog que mostra as tendências do momento! Ficaria feliz se voc~e pudesse visita-lo e deixar sua opinião! :)

fico grata ;D

http://toptendencia.blogspot.com/

Postagens mais visitadas deste blog

O lado ruim do carnaval

Confesso que não sou fã de carnaval e não quero mudar a idéia de ninguém, mas como estou vivendo minha tortura anual... vou compartilhar com vocês o lado ruim do carnaval!

1º Programação na televisão: não sei se na "tv paga" também, mas na aberta a programação fica horrível, só se fala de carnaval, dia e noite. Isso é uma verdadeira tortura pra quem não gosta.

2º Perigo nas ruas: o perigo sempre está por ai, mas no carnaval piora, acredite em mim. Brigam com pessoas por ai por nada, espancam jovens, batendo no corpo e principalmente na cabeça, o que pode deixar seqüelas gravíssimas e até levar a óbito.

3º Desrespeito: muitas pessoas tacam lama nos ônibus com janelas abertas e outros resolvem molhar pedestres por ai, sim, eu sei que fazem isso o ano todo, mas no carnaval piora.

4º Bobos na rua: acho que ninguém gosta de quando te dão aquele susto com "bombinhas" e outras coisas toda hora.

Achei que minha listinha ia ficar maior... ah, lembrei! Não é legal pra mim ficar …

Esta data

Esta data sempre me trará lembranças daquela noite e essas lembranças sempre me trarão a sensação de que foi ontem que tudo aconteceu. Datas têm o poder de nos fazer lembrar e as lembranças nos transportam no tempo. Eu sei, tudo muda, a vida segue. O modo como lidamos com o que sentimos também muda e as emoções que determinadas lembranças nos trazem também. Antes era apenas dor, a dor virou saudade, a saudade virou amor e gratidão. Tem coisa melhor do que sentir amor por alguém? Do que ser grato por ter sido tocado por uma vida? Eu sei, queremos eternizar tudo o que é bom, queremos prender, jamais deixar partir, mas isto não está em nossas mãos e apesar de não podermos segurar em nossas mãos aquilo que não queremos perder, depois de um tempo o que fica é a alegria de poder ao menos ter tido a presença de algo tão importante em nossas vidas.
Isabela C. Santos

8 anos

Em oito anos muita coisa pode mudar: o modo de ver a vida, o modo de falar sobre a vida, os assuntos relevantes, as pessoas importantes, os relacionamentos, o modo como nos colocamos diante dos outros, a visão sobre nós mesmos, o conhecimento que possuímos sobre nossos sentimentos... E isso é só o começo.
Em oito anos podemos passar por muitas reviravoltas, ou simplesmente (com muita luta), seguir nossos planos. Podemos, quase que de repente, dar-nos conta do que queremos para nossas vidas e nos ver em um lugar que jamais sonhamos. Talvez o novo lugar contribua para que mudemos a nossa visão de mundo, force-nos a sair da zona de conforto e quebrar um muro para podermos falar com os outros. Pode ser que "os outros" tornem-se "amigos".
Em oito anos, as reticências podem sumir e dar lugar ao nome do amor da sua vida. Pode ser que, coincidentemente, seja aquele seu amigo de infância. Amigo que antes a timidez não permitia nem mesmo chegar perto. Talvez os planos que u…